2º Prêmio Stasi de Violação de Privacidade

Dezembro é o mês para escolher aquele que mais fez contra a privacidade no Brasil. O 2º Prêmio Stasi de Violação de Privacidade tem estes concorrentes:
  • Azeredo, Eduardo: Senador do PSDB de Minas Gerais e membro hors-con-curs de qualquer lista de inimigos da privacidade. Eddy Azeredo confirmou a ultra-esquerdista Terra Magazine que seu recuo no PLS 76/2000 é estratégico, e não uma mudança de opinião (transplante de cérebro).
  • Souza, Antonio Fernando de: O Procurador-Geral da República, nomeado por um petista, acha que "o cidadão de bem não precisa de sigilo.”
  • Toffoli, José Antonio: O petista Advogado-Geral da União tem uma proposta de acabar com o sigilo de dados pessoais relacionados a bancos e outros.
  • Torres, Demóstenes: Senador pelos Democratas de Goiás; o dito cujo é do meu partido, o que me dá mais raiva. Propositor de uma lei que é a versão legislativa do golpe na privacidade que Toffoli.
  • Woo, William: Deputado federal do PSDB de São Paulo, mesmo partido de Eduardo Azeredo, é um dos mais fanáticos defensores de identificação civil centralizada.
Lembra-te que o vencedor do 1º Prêmio Stasi foi Eduardo Azeredo. Podes votar até o dia 31 de dezembro!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como clonar digitais

Digitais falsas

E continua a disCUssão® sobre o Cadastro Único, agora com o nome de Registro Civil Nacional