Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2009

Quadrilhas que fraudavam crédito consignado são pegas

O Ministério Público Federal no Rio de Janeirojá tem cinco ações judiciais contra quadrilhas especializadas em utilizar fraudulentamente créditos consignados. E como eles conseguiam fazer o golpe? Lê abaixo:Defensor do Núcleo de Defesa do Consumidor da Defensoria Pública do Estado do Rio, Lincoln Lanellas alerta que esse tipo de fraude tornou-se corriqueira. Segundo ele, a facilidade para se obter dados pessoais - como CPF, RG e endereço - em diferentes sistemas cadastrais colabora para a prática do crime.Preciso dizer mais alguma coisa?

Governo perde dados pessoais: Capítulo 1

O desgoverno britânico perdeu três discos rígidos (que não estavam criptografados) contendo dados pessoais referentes aos processos de classificação de acesso a dados sigilosos de cerca de 500 membros do Ministério da Defesa britânico. Como disse um relatório interno sobre o caso:This information included details of criminal convictions, investigations, precise details of debt, medical conditions, drug abuse, use of prostitutes, extra-marital affairs including the names of third parties.A reportagem também diz que houve 140 violações entre janeiro e abril de violação de segurança no National Health Service, o SUS britânico.Aqui, o link de um ex-militar contando como foi a perda dos dados.

A tequinolojia que nois adoremos

O Zero Hora de hoje reporta que dois gêmeos passaram por um belo transtorno ao tentarem tirar carteira de motorista. O problema é o fato deles serem gêmeos, impedindo a inscrição normal numa autoescola, mesmo que cada um tenha um número no RG e no CPF diferente um do outro. Como disse Gabriel Cavalheiro:Me [sic] sinto humilhado. Passei a vida com gente trocando meu nome pelo do meu irmão, me chamando de gêmeo e agora até no Detran estão me tratando igual. Não tenho culpa de ter nascido gêmeoO diretor-geral da autoescola que os gêmeos tentaram inscrever-se pediu ao Detran a liberação de ambos, algo que já se passaram mais de 30 dias sem resposta.Os cuzistas sempre falam que uma das “virtudes” do CU – Cadastro Único seria o fim dos problemas com gente homônima. Mas como se vê, o sistema análogo ao CU não consegue distinguir pessoas com nomes diferentes!

Mais uma ideia infeliz de Cherini

Giovani Cherini (PDT) não tem muitas ideias felizes. A sua última ideia infeliz é o PL 183/2008 que “[d]ispõe sobre a identificação de passageiros de ônibus intermunicipais.” Desnecessário dizer que esta legislação típica da África do Sul do Apartheid ou da União Soviética foi noticiada utilizando-se a morte duma criança.Curiosamente, o site da Assembleia como parecer contrário ao PL na Comissão de Constituição e Justiça.

Azeredo não descansa mesmo

Eduardo Azeredo (PSDB-MG) tem uma aversão psicológica à liberdade na Internet, e eu, francamente, não consigo elaborar uma razão para tal. Desta vez, Azeredo ataca no já medonho PLS 279/2003 de Delcídio Amaral (PT-MS), Amaral, por sua vez, é um ex-tucano. O PLS 279/2003 é uma tentativa de infligir uma “grave perda de privacidade” como disse o Ex-Blog do Cesar Maia, obrigando os provedores de e-mail a manterem um detalhadíssimo cadastros dos usuários por longuíssimos 10 anos. Como disse um editoral d’O Estado de S. Paulo sobre o PLS:Se o senador Delcídio não tem, como cremos, pendores autoritários, deveria retirar o projeto. Se não fizer isso, resta esperar que o Senado o rejeite.Bom, se o PLS já era um lixo fascista, Azeredo conseguiu fazê-lo bem pior. Azeredo apresentou duas emendas (que ficaram bem pior que o soneto) que são simplesmente ultrajantes. A primeira:EMENDA Nº 03 – CE
Acrescente-se o seguinte §3º ao art. 1º do PLS nº 279, de 2003, que será renumerado:
§ 3º Será celebrado co…

Sequestro de dados pessoais

Essa é uma novidade para mim. Bruce Schneier bloga sobre o sequestro dos dados do site do Programa de Monitoramento de Prescrições (PMP) da Comunidade da Virgína, Estados Unidos. O PMP é utilizado para monitorar e identificar o uso fraudulento de receitas médicas com fins de desvios, registrando a venda de medicamentos controlados.
O sequestrador exige US$ 10 milhões para entregar os dados de volta.

É simplesmente ultrajante

Via meu xará no Nova Corja. O deputado estadual Jorge Babu (sem partido) do Rio de Janeiro protocolou o particularmente odioso PL 2204/2009. E do que se trata o PL? A criação de um site onde se divulgaria o nome e o número no CPF de todas as pessoas portadoras do HIV naqueles estado. Além disso, os tais portadores deverão portar um documento de identidade específico demonstrando sua condição clínica.O PL está na Comissão de Constituição e Justiça sob relatoria de Aparecida Gama (PMDB).

E como eles conseguiram?

O Zero Hora de hoje traz uma reportagem sobre fraudes na previdência social. O golpe consistia em utilizar sentenças judiciais e sacar os valores das indenizações com documentos de identidade falsificados. Adivinha a fonte das informações. Sim, o governo e seus inúmeros bancos de dados (mais info. sobre o golpe) abarrotados de informações pessoais.

E sem ter o que fazer no site da Câmara

Acesso o site da Câmara dos Deputados para ver ser o relatório final (e os votos em separado) da CPI do Grampo, mas ainda não foram postados. Enquanto isso, uma má e uma boa notícia sobre projetos de lei sobre câmeras de vigilância.A má notícia. O trouxa PL 700/2003 do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS) foi aprovado na Comissão de Constituição de Justiça e o parecer vencedor foi escrito por Paulo Maluf (PP-SP)…Já a boa notícia. A Comissão de Viação e Transportes rejeitou o igualmente trouxa PL 879/2003 de Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O parecer do deputado Chico da Princesa (PR-PR) é um primor de bom senso, e cito o ponto alto do parecer:Outro ponto a ser considerado, é com relação à eficiência dos citados equipamentos na repressão de atos criminosos. Na justificativa da proposta legislativa não consta qualquer informação a respeito, porém, não podemos ignorar como fato notório e de conhecimento público, que os bancos, estabelecimentos comerciais e condomínios residenciais monitorados por …

Desgoverno Brown apagará DNAs de inocentes

O desgoverno Brown finalmente resolveu acatar a decisão da Corte Europeia de Direitos Humanos e apagará os perfis de pessoas inocentes (800 mil - incluindo 40 mil crianças - de 4,5 milhões) do United Kingdom National DNA Database, o banco de dados criminal com perfis genéticos do Reino Unido. A decisão aplica-se apenas as pessoas da Inglaterra e do País de Gales, já que os escoceses e outros já podiam tirar seus perfis caso fossem inocentados ou seus casos arquivados.