Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2009

Outra reportagem padrão Zero Hora

Eu só leio Zero Hora por obrigação mesmo. Ontem, o dito jornal brindou seus leitores com uma particularmente bizarra e estranha notícia sobre a imigração espanhola. Hoje, a reportagem padrão Zero Hora é sobre a instalação de câmeras de vigilância em São José do Inhacorá, um lugar que eu nem sabia que existia. Foi uma daquelas reportagens onde a instalação de câmeras está prevista na Bíblia e aqueles que se oporem queimarão eternamente, já que a reportagem não teve o famoso quadrinho “Outro Lado” que a cada 10.254 anos aparece em Zero Hora, quando Júpiter alinha-se em um ângulo de 95º21’40” com a conjunção em ângulo reto de Mercúrio com Marte. Um trecho da reportagem:– É uma prevenção. A cidade vem crescendo – comenta Both.Ah claro, o sr. Both tem um notável conhecimento em segurança pública com inúmeros trabalhos publicados e indexados sobre a eficiência de tais aparelhinhos…Antes que tu me perguntes, a resposta é não! Não houve na reportagem preocupação com a privacidade nem tampouco…

Esquema de numeração do SSN prejudica privacidade

O New York Times de hoje publica uma reportagem sobre um estudo publicado (estudo na íntegra) no Proceedings of the National Academy of Sciences demonstrando a vulnerabilidade do sistema de numeração do SSN, o análogo americano ao CPF brasileiro.O abstrato do artigo:Information about an individual’s place and date of birth can be exploited to predict his or her Social Security number (SSN). Using only publicly available information, we observed a correlation between individuals’ SSNs and their birth data and found that for younger cohorts the correlation allows statistical inference of private SSNs. The inferences are made possible by the public availability of the Social Security Administration’s Death Master File and the widespread accessibility of personal information from multiple sources, such as data brokers or profiles on social networking sites. Our results highlight the unexpected privacy consequences of the complex interactions among multiple data sources in modern informati…

Homens podem ter sido indevidamente condenados por pedofilia no Reino Unido

O Tribunal de Apelações da Inglaterra e do País de Gales analisará uma apelação contra a Operação Ore, que condenou mais de mil pessoas por pedofilia. A base da apelação é uma alegação que muita das pessoas condenadas só foram condenadas pelo fato de seus cartões de crédito terem sido usados para pagar acesso à sites com tal material.Antes que tu perguntes, não, o senador Magno Malta (PR-ES) não leu esta reportagem nem tampouco lerá.

Essa é sensacional

O Brasil é a terra da lei que não pega. Agora, também é a terra onde emenda-se lei que não pega. A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC) do Senado Federal aprovou o PLC 46/2003 de autoria do deputado federal Celso Russomanno (PP-SP) que propõe emenda a Lei do CU – Cadastro Único (9454/1997). O PLC, tal como a lei alvo de sua emenda, é de uma patetice ímpar, pois repete o que está escrito na dita lei. E se tu achas o PLC ruim, é porque tu não leste o relatório na CCJC.E falando de CU, onde está o tal? Prometeram-nos o CU para março de 2009 mas até agora nada. Vai ver Deus é brasileiro mesmo…