Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2007

Passaporte com chip é menos confiável

Um relatório interno do Departamento de Estado dos EUA conseguido pelo EPIC graças ao Ato de Liberdade de Informação mostra que as leituras de informações de passaportes americanos por meio de chips têm mais chance de fracassarem do que a leitura da Zona Mecânica Legível (MRZ - Machine Readable Zone). A taxa de sucesso da leitura do passaporte com chip varia de 31% a 58%, enquanto que a leitura de MRZ tem uma taxa de sucesso de 59% a 89%.

Hora do contra-ataque

Na calada dos escândalos de Renan Calheiros e outros, a Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania (CCJC) do Senado Federal colocou o ultrajante PLS 76/2000 na pauta de votações da CCJC. É simplesmente impressionante a capacidade que nossos senadores, exemplos de ética e virtude, conseguem colocar tal abominação em votação.
DIGA NÃO AO PROJETO DE CENSURA DE EDUARDO AZEREDO

Quando eu crescer...

Para que ser um ser humano quando tu podes ser um "chacis"; nas palavras mui sábias de Marcos Souto Maior Filho: O numero do Titulo Eleitoral, constitui marca registrada de cada eleitor não podendo ser passado para outro, é como o numero do chacis de um automóvel, que identifica o carro e suas características.Que coisa bem nobre, comparar um ser humano a um pedaço de metal que faz parte de automóveis. Bem típico de membros da Seita do Identitismo, aquela que acha que um ser humano é um ser humano pela concessão mágica de um código de identificação estatal e não por sermos criados à imagem e semelhança de Deus.
P.S.: Não sei se é prática da Seita do Identitismo utilizar palavras de uso pouco comum como "chacis" ao invés de "chassi"; talvez seja algo das escrituras sagradas suas. Tampouco posso afirmar qual a razão do uso da palavra "sansão"...

Começando com US$ 11 bilhões

O governo britânico começou a realizar o processo licitatório para implementar o Registro Nacional de Identidade (NIR - National Identity Registry). O governo britânico estima que o custo para implementação e manutenção do NIR será de US$ 11.5 bilhões (R$ 23,02 bi), ou seja, US$ 189.45 (R$ 379,27) por pessoa.
Para registro, pesquisa independente realizada pela London School of Economics and Political Sciences estima algo entre £ 10.6 bi (R$ 42,07 bi) a £ 19.2 bi (R$ 76,28 bi), com média em £ 14.5 bi (R$ 57,64 bi) para o mesmo período.

China cria supercartão de identidade do mal

O governo chinês criou um cartão de identidade tão invasivo que terá registrado no mesmo o nome, o endereço, históricos profissionais e educacionais, religião, etnia, antecedentes criminais, status do seguro-saúde, telefone do senhorio e até mesmo o histórico reprodutivo da pessoa sendo identificada pelo cartão. Tal cartão do mal está sendo implementado na cidade de Shenzhen, uma cidade com 12,4 milhões de habitantes. O cartão também será utilizado por outras grandes cidades, numa primeira fase, atingindo cerca de 150 milhões de pessoas.
A reportagem diz que um dos propósitos da ditadura chinesa é apertar os controles sob a população, já que existe um aumento de manifestações populares à la Praça da Paz Celestial.

Treco anti-privacidade em carros é facilmente fraudado

No dia 3 de agosto, tinha denunciado que o imprestável Conselho Nacional de Trânsito (Contran) editou a Resolução 245, que obriga os carros fabricados no (e importados para o) Brasil a partir de 2009 tenham um aparato antiprivacidade que foi apelidado de treco anti-furto. Pois é, agora a máscara anti-furto cai, uma vez que esta não é baseada numa verdade.

O Folha de S.Pauloreporta que o dispositivo de controle dos cidadãos "é fraudado com técnicas simples" e a "massificação pode agravar o problema". A estrovenga, fruto de uma cabecinha clonada do ministro dos Transportes da União Soviética, vai causar aumentos de preços generalizados. Como diz o Folha: Hoje os dispositivos podem custar até R$ 2.000, mas a projeção é que, em escala, eles possam sair próximos de R$ 150. De acordo a Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), foram licenciados no Brasil, 1.927.738 veículos. Com os preços de hoje, a palhaçada fascista custaria R$ 3.855.476.00…

Nasceu e a privacidade... morreu!

Sabes qual será a primeira coisa que um bebê poderá perder no Brasil? Sua privacidade! A "nobre" deputada Iriny Lopes (PT-ES) deu parecer favorável ao PL 6494/2006, de autoria da também "nobre" e esquerdopata Sandra Rosado (PSB-RN). Tal PL obriga qualquer instituição que faça partos de crianças a manter, por, no mínimo, 5 anos, uma amostra de DNA de todos os bebês que ali nasceram. Isso mesmo, minibancos de dados com duração mínima e, não máxima!
A proposta é totalmente absurda e totalitária. Absurda, já que a nossa intelijente deputada Rosado não precisa os casos de bebês trocados no Brasil, não havendo assim, nenhuma base possível de comparação para a determinação de necessidade de tal monstruosidade; segundo, ela sequer considera outras opções menos invasivas, como a obrigatoriedade de pulseiras mais seguras, monitoramento por CFTV do berçário e outros; terceiro, desconsidera por completo os custos de coleta, processamento e armazenamento de amostras de DNA. A pr…

Não tão rápido, muchacho!

O Supremo Tribunal Federal (STF), uma corte de justiça não muito simpática aos direitos individuais, determinou que o Banco Central não pode quebrar o sigilo bancário de um ex-diretor de banco estadual. Para o relator, ministro Marco Aurélio de Mello (a única coisa que presta no STF), "a quebra desse sigilo somente pode acontecer por ordem judicial, visando a investigação criminal ou a instrução processual penal."

Só falta um pedido de desculpas formais

O meu deputado "número 1" (Índice Sarcasmo: altíssimo), Carlos Gomes (PPS), protocolou o PL 317/2007, que altera a medonha Lei 12.714/2007. O PL exclui da obrigatoriedade de apresentação de documento de identidade oficial com foto com transações de cartões de crédito com senha, débito, corporativos e vendas CNP (card-not-present).
Pois é, o senhor Gomes faz uma confusão imensa no comércio gaúcho e depois simplesmente protocola um PL para reverter a imbecil Lei Carlos Gomes. Só falta um pedido de desculpas de Carlos Gomes para os comerciantes e os clientes ultrajados por esta "lei".

Discussão do fim da privacidade

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados realizará amanhã uma audiência pública para discutir a inconstitucional e nazifascistíssima Lei 9.454/97. Antes que tu perguntes, é, a audiência foi requerida por um tucano, o deputado João Campos (PSDB-GO). Ah, só pessoas favoráveis à Ahnenpaßificação do Brasil estão convidadas para a audiência. Os convidados para cantar as "maravilhas" da medonha lei são: Geraldo Bertolo, diretor técnico-científico do Departamento de Polícia Federal;Luiz Fernando Corrêa, secretário Nacional de Segurança Pública eGlédston Campos dos Reis, diretor do Instituto Nacional de Identificação.E como este blog já tinha denunciado no ano passado, o desgoverno federal tem planos de criar um cartão de identificação único para todos os brasileiros. E se isso não é o bastante, o mesmo governo que não consegue fazer um reles grooving numa pista de aeroporto, também quer criar um megabanco de dados com o DNA de todas as pe…

Ora, dê logo um passo a mais e acabe com a privacidade

O deputado William Woo (PSDB-SP), tucano como de costume, agora quer interceptações em linhas telefônicas sem autorização judicial. Isso mesmo, com o PL 432/2007, a autoridade policial não precisará mais de ordem judicial para poder grampear telefones; tal autorização poderia se dar 24 horas depois da invasão de privacidade.
Para quem não teve, ainda, o desprazer de conhecer Woo, ele foi o autor de uma das primeiras leis (Lei 13.720/2004) que acabam com a privacidade dos usuários de lan house no Brasil.

Contran ataca novamente a privacidade do usuário de carro

O Conselho Nacional de Trânsito editou a Resolução 245 que obriga todos os carros no Brasil, importados ou não, fabricados após 1 de agosto de 2009 a terem um dispositivo de rastreamento anti-furto. Tais carros que não tiverem o aparato viola-privacidade serão multados com infração leve de acordo com o art. 232 do Código de Trânsito Brasileiro.

Zero Hora dá mais um fora

O jornal Zero Hora não aprecia aquela regrinha básica do jornalismo: ouvir os dois lados. Hoje, ZH tem uma notícia sobre a imbecil e inconstitucional Lei 12.714/2007, onde só apresenta o lado pró-Lei tosca. A única coisa decente da matéria é a fala de Vilson Noer, presidente do CDL de Porto Alegre:
Concebida para conferir mais segurança nas transações, a norma é vista como pouco útil nesse sentido pelos lojistas. Segundo Noer, pesquisa da entidade revela que há poucos prejuízos decorrentes do uso de cartões de débito por ladrões. Com os de crédito, o percentual seria, conforme Noer, de menos de 1% do faturamento.Aí, mais abaixo, há uma fala de Sua Hesselênçia Carlos Gomes (PPS), sobre possíveis alterações na lei (que repito, não tem nenhuma validade legal):
A principal solicitação é de que a presente lei não transfira o ônus das operadoras para os estabelecimentos e que os cartões de débito fiquem fora da lei Bom, eu acho que o protótipo rejeitado de ser humano não saber ler contratos, …

Novo estudo do blog

O blog te traz mais um novo estudo:
Revisão Anual de Delegacias Virtuais: 2007 Este estudo analisa as exigências de identificação para utilização de delegacias virtuais. O estudo é seqüência do estudo Maioria das Delegacias Virtuais Exigem Documentos de Identificação e agora, este blog fará anualmente, uma análise das delegacias para criar um índice constante.