Cadastro de telefones celulares no México é declarado um “fiasco”

A tentativa azeredóide do governo mexicano de cadastar os usuários de telefonia celular pré-paga foi descrita no Washington Post de hoje como um “fiasco”. 17 milhões de usuários não se registraram no sistema. Claro que foi utilizada a mesma lorota usada no Brasil: segurança; e tanto lá como aqui, o cadastro não é útil para nada (aliás, se tu quiseres acompanhar a patetice do cadastro de telefones celulares no Brasil, alimenta-te do feed “celular cadeia” do Google News).

E também como no Brasil, tu também podes achar dados pessoais que o governo seria responsável pela sua proteção à venda nos camelôs:

As the government pushed citizens to register their phones, the newspaper El Universal sent a reporter out to the notorious black market bazaar in Mexico City known as Tepito and found that for $12,000 a person could buy the complete data set for every registered voter in Mexico -- their names, addresses, dates of birth, driver's license and social security numbers. The vendors said their best customers included organized crime and police agents.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como clonar digitais

Digitais falsas

E continua a disCUssão® sobre o Cadastro Único, agora com o nome de Registro Civil Nacional