Infoseg reage à "liderança" do Consultas Integradas

No post anterior eu falei sobre as maravilhas do Consultas Integradas. Eis que o Infoseg, que já teve seus dias no blog, volta ao noticiário. Veja noticia que membros da Casa Militar do Palácio do Buriti, sede do governo do Distrito Federal, teriam acessado dados pessoais de pessoas críticas ao governador Agnelo Queiroz, incluindo o vice-governador Filipelli, deputados e blogueiros. Como diz a Veja:
O que havia feito Francischini de tão grave? Havia convocado uma manifestação contra Agnelo. O coronel [Chefe da Casa Militar de Agnelo Queiroz, o coronel Rogério] Leão disse não se lembrar de informações sobre o monitoramento de promotores e jornalistas - admitiu apenas o acesso aos dados de Edson Sombra, blogueiro crítico ao governo.
O blog de Edson Sombra tem mais informações sobre o caso. Deputados da Câmara Legislativa pretendem instaurar uma CPI para investigar o caso.

Só para tu teres uma ideia da casa-da-mãe-joana que é o Infoseg, mais de 120 mil pessoas tem acesso ao dito sistema. Matemática básica: 1% disto é 1.200 pessoas e 0,1% é 120 pessoas; daí a achar que nunca teremos problemas não passa de um sonho de verão.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como clonar digitais

Digitais falsas

E continua a disCUssão® sobre o Cadastro Único, agora com o nome de Registro Civil Nacional