Guri de 5 anos tem mais de R$ 30 mil em dívidas e está com o nome no SPC

A família de H. L. M. teve que inscrever o H. L. M. no CPF para poder receber o Amparo Assistencial ao Portador de Deficiência; e se isso não bastasse, o INSS pede um caminhão de dados sobre todos os moradores da casa.

Curiosamente, o pai da criança recebe uma carta do banco onde a criança tem conta para receber o benefício (por que não abrir a conta em nome dos pais?) cobrando uma fatura dum cartão de crédito que foi emitido em nome da criança.

Agora, como é que os dados da criança foram parar no mundo, aí fica da tua imaginação mesmo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como clonar digitais

Digitais falsas

E continua a disCUssão® sobre o Cadastro Único, agora com o nome de Registro Civil Nacional