E a novela do CU continua

Outro exemplo de testemunho de fé disfarçado de reportagem. Agora é a vez d'O Estado de S. Paulo. A reportagem fala sobre a implantação do CU em novembro deste ano (não é a primeira vez que se dá data para isso). Como diz a reportagem:
O documento continuará a ser emitido pelos institutos de identificação estaduais, mas a reunião de dados em um cadastro único vai evitar fraudes porque impedirá que o mesmo número seja registrado mais de uma vez em Estados diferentes.
Sra. Bizzotto, o que tem a ver emissão de documentos diferentes em estados diferentes com fraudes? Aliás, como é que se pode ter um mesmo número se eles estão em bancos de dados diferentes e independentes? Depois se fala em usar o CU para sacar dinheiro em banco... E lá se vai aquela máxima de compartimentalização de identidades para diminuição de riscos.

Depois, a reportagem é a repetição daquela ladainha vinda diretamente da Polícia Federal que Bizzotto não quis questionar. Para tanto, eu deixo um link dum post onde explico minhas objeções ao CU com dados verificáveis.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como clonar digitais

Digitais falsas

E continua a disCUssão® sobre o Cadastro Único, agora com o nome de Registro Civil Nacional