País do Primeiro Mundo é outra coisa

A Comissão Nacional de Informática e Liberdades (CNIL), o órgão regulador de privacidade na França, diz que as condições do Passe Navigo Découverte, o cartão de pagamento de transporte público da região metropolitana de Paris melhorou, embora a CNIL ainda critique as tentativas da RATP de dissuadir as pessoas de usarem tal cartão e de não dar as mesmas condições de tarifas para aqueles que usam cartões identificados.

Talvez, por embargo tecnológico da Suazilândia, tal tecnologia de pagar anonimamente o transporte público ainda não chegou em cidades brasileiras como Porto Alegre.

Numa boa notícia relacionada ao tema, o PL 183/2008 de Giovani Cherini (PDT) foi para o arquivo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como clonar digitais

Digitais falsas

E continua a disCUssão® sobre o Cadastro Único, agora com o nome de Registro Civil Nacional