@DepRaulCarrion quer o uso de propiska no Rio Grande do Sul

Após o fracasso da sua tentativa de controlar a forma que as pessoas podem se expressar no Rio Grande do Sul, o deputado estudual Raul Carrion (PCdoB-RS) quer controlar as movimentações de ônibus dos gaúchos com o PL 421/2011, ao exigir que o nome do passageiro seja impresso no bilhete de ônibus, algo do tipo propiska (caro sr. Carrion, eu só usei um estrangeirismo porque... eu uso e pronto!). Não que Carrion esteja sozinho; juntam-se a ele nesta sanha pelo fim da privacidade de ir e vir o deputado estadual Gilberto Capoani (PMDB) (PL 91/2009), que recebeu parecer contrário na CCJ, e do agora deputado federal Giovani Cherini (PDT) com o PL 183/2008, que felizmente já foi arquivado.

Desnecessário relembrar que o órgão que seria responsável pela fiscalização da identificação, o Daer, proposta por Carrion et alli diz que nem as rodoviárias ou as empresas de ônibus tem condições de fazer tal fiscalização.


Comentários

Lucho disse…
Como bom comunista que é o deputado Carrion, ele não se incomoda com o estrangeirismo russo. Ele se importa com o estrangeirismo estadunidense.

Postagens mais visitadas deste blog

Como clonar digitais

Digitais falsas

E continua a disCUssão® sobre o Cadastro Único, agora com o nome de Registro Civil Nacional